Força, Brasil

Lucarelli foi o maior pontuador do Brasil, com 21 pontos

O primeiro jogo da Fase Final da Liga Mundial não foi como a seleção brasileira masculina de vôlei esperava. O resultado negativo para a França, nesta quarta-feira (15.07), por 3 sets a 1 (29/27, 21/25, 29/31 e 19/25), em 2h07 de jogo, só deixou uma alternativa ao time dirigido pelo técnico Bernardinho: buscar uma sequência de três vitórias para chegar ao objetivo de conquistar o decacampeonato. A primeira delas terá que vir já nesta quinta (16.07), às 14h, contra os Estados Unidos, atuais campeões da competição.

Experiente, o ponteiro do Brasil, Murilo, sabe que o adversário atuou melhor nesta tarde. “Eles jogaram muito bem. No primeiro set, conseguimos abrir uma boa vantagem, dominamos, mas eles buscaram forças, imprimiram ritmo no saque, nos colocaram em dificuldade e o jogo complicou para o nosso time. Tivemos dificuldades em virar bola e eles aproveitaram. O saque deles entrou forte. Enfim, tudo isso é coisa de jogo”, disse Murilo.

O ponteiro ainda destacou a necessidade do time brasileiro se refazer para voltar à quadra em menos de 24h e conseguir o resultado positivo. “Amanhã é a nossa primeira final. Se não ganharmos, estamos fora. Espero que consigamos jogar mais três finais até domingo. Amanhã vai ser só a primeira. Temos que colocar a cabeça no lugar, recuperar o emocional porque amanhã tem jogo. Não adianta se lamentar. Agora é hora de pensar nos Estados Unidos e pensar em ganhar”, afirmou Murilo.

Maior pontuador do Brasil, com 21 acertos, o ponteiro Lucarelli segue a mesma linha de raciocínio de seu companheiro de equipe. “Tem que esquecer boa parte do jogo de hoje e tirar só as lições para o que podemos fazer melhor. O resto já passou. Não da para remoer esse jogo. Agora temos que juntar os cacos e entrar em quadra para fazer uma boa partida amanhã”, destacou Lucarelli.

Levantador e capitão da seleção brasileira, Bruninho também já saiu de quadra pensando na próxima partida. “Eles foram bem em momentos decisivos e isso pesou a favor do time da França. Perdemos um pouco do nosso volume, da nossa disposição e sabemos que, contra grandes equipes, isso não pode acontecer. Agora temos que descansar um pouco e, amanhã, fazer um jogo melhor do que fizemos hoje”, concluiu Bruninho.

Após a partida entre Brasil e França, entraram em quadra, pelo Grupo J da Fase Final da Liga Mundial, Itália e Sérvia, que se enfrentam neste momento. Os outros dois time que seguem na disputa pelo título são Estados Unidos e Polônia, que folgaram nesta primeira rodada.

O JOGO

O Brasil abriu o placar do jogo com o central Isac, que marcou, também, o segundo ponto do jogo. A equipe da casa seguiu em vantagem (5/3). No primeiro tempo técnico, a diferença a favor dos brasileiros era de três pontos (8/5). Mais uma vez com Isac, o Brasil chegou ao décimo sexto ponto (16/10). Com Lucarelli, pelo meio fundo, ao seleção brasileira chegou a 20/16. Quando Lucarelli pontuou depois de uma bola bastante disputada, o time da casa fez 23/18 e a França pediu tempo. Os franceses, então, reagiram e quando aproximaram no placar (23/21), foi a vez de Bernardinho parar o jogo. A França, então, deixou tudo igual em 24/24. A reta final do set ganhou emoção e o time visitante virou em 27/26. No bloqueio de Murilo, o Brasil fez 28/27. E, com mais um bloqueio de Murilo, fechou em 29/27.

O segundo set também começou equilibrado, com as equipes empatadas em 4/4. O empate se repetiu em 10/10. Em um lindo ataque de Lucarelli, o Brasil fez o décimo primeiro ponto. Com ponto de bloqueio, os franceses chegaram a 14/12. Com bom bloqueio de Lucão e contra-ataque de Lucarelli, a seleção brasileira chegou a mais um empate (15/15). O placar esteve novamente empatado em 18/18 e a França chegou a colocar três de vantagem em 22/19. Com ponto de bloqueio, a França chegou ao set point (24/20). E, depois, fechou em 25/21.

O terceiro set ganhou emoção e rivalidade desde o início. As equipes empataram em 10/10 e, no erro do Brasil, a França fez 11/10. Com ponto de saque, os franceses fizeram 14/12. Um ponto era a vantagem da equipe visitante no segundo tempo técnico (16/15). No erro de saque da França, o placar ficou mais uma vez igual em 20/20. O Brasil fez a inversão com Vissotto e William. Com Lucão, o time brasileiro assumiu o comando do marcador em 22/21. Com Murilo, o Brasil fez 24/23. Mas os franceses, mais uma vez, reassumiram o comando do set (26/25) e Bernardinho pediu tempo. No bloqueio, o Brasil fez 28/27. Com Lucarelli, 29/29. No bloqueio, a França fechou em 31/29.

O quarto set começou melhor para a França, que chegou a abrir 10/7. No bloqueio de Evandro, vantagem caiu para um ponto em 12/11 e voltou a ser de três em 14/11. Na jogada China de Lucão, o Brasil fez 13, enquanto a França tinha 15. No bom saque de Lucarelli, o placar encostou em 15/14. A equipe visitante abriu três em 20/17 e Bernardinho pediu tempo. Em boa sequência de saques, os franceses chegaram a 22/17. Neste momento, o técnico do Brasil parou o jogo mais uma vez. A França fez 24/18 e, no final, fechou em 25/19.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Evandro, Lucão, Isac, Murilo e Lucarelli. Líbero – Serginho
Entraram – Vissotto, William, Lipe
Técnico: Bernardinho

FRANÇA – Rouzier, Toniutti, Tillie, Ngapeth, Le Roux e Le Goff.
Entraram – Jaumel, Lafite, Sidibe
Técnico: Laurent Tillie

TABELA:

15/07 (quarta-feira)
14h04 – Brasil 1 x 3 França (29/27, 21/25, 29/31 e 19/25)
16h05 - Sérvia x Itália

16/07 (quinta-feira)
14h05 - Brasil x EUA (Globo, Band e SporTV)
16h05 - Polônia x Itália

17/07 (sexta-feira)
14h05 - EUA x França
16h5 - Polônia x Sérvia

18/07 (sábado)
10h - Semifinal 1
12h05 - Semifinal 2

19/07 (domingo)
9h10 - Disputa do bronze
11h30 - Disputa do ouro

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

Patrocinadores

Curta Nossa Página

Últimas do Twitter

CBV
Quatro amistosos, quatro vitórias! Essa é a sequência do Brasil diante dos Estados Unidos nessa… https://t.co/mxqErpKmEI
CBV
Galera já saindo do hotel pro último amistoso do Brasil contra os Estados Unidos! A partir das… https://t.co/VNke3jiF5v
Follow CBV on Twitter