Seleção masculina faz ajustes finais para a partida de estreia

Publicado em: 31/05/2017 18:55

A seleção brasileira masculina de vôlei faz os últimos ajustes para a estreia na Liga Mundial 2017. A primeira semana da competição será disputada em Pesaro, na Itália, onde a equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto está desde a última segunda-feira (29.05). Os primeiros treinos na Adriatic Arena já estão sendo realizados e o Brasil busca a primeira vitória na próxima sexta (02.06), às 12h (Horário de Brasília), contra a Polônia, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

Nestes primeiros trabalhos em solo italiano, o comandante, Renan Dal Zotto, demonstra satisfação. Depois de apenas duas semanas com o grupo completo no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), o treinador está tirando proveito de cada treinamento. 

“Estou realmente muito satisfeito com o que tenho visto desde Saquarema e especialmente nestes primeiros dias aqui em Pesaro. O grupo é excelente. A coisa mais importante é a disponibilidade, a entrega dos atletas, e quanto a isso, estou encantado com o que esses jogadores têm oferecido”, afirmou Renan Dal Zotto. 

O técnico da seleção brasileira, que fará sua estreia nesta Liga Mundial, sabe da responsabilidade de dirigir um time considerado favorito em todas as competições que disputa, principalmente vindo do título olímpico no Rio-2016.

“Pode demorar um pouco mais ou um pouco menos, mas as coisas começam a aparecer. O grupo está treinando bem e acreditamos nessa filosofia de trabalho de que os treinamentos vão dar suporte aos resultados futuros. Estou muito satisfeito com toda a comissão técnica e atletas que estão aqui, principalmente pelo comprometimento ao trabalho que estamos realizando”, elogiou o treinador.

A seleção brasileira está em Pesaro para a primeira semana da Liga Mundial com os levantadores Bruninho e Murilo Radke; os opostos Evandro e Renan; os centrais Lucão, Maurício Souza, Éder e Otávio; os ponteiros Lucarelli, Maurício Borges, Douglas e Rodriguinho, e os líberos Tiago Brendle e Thales.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro
 


Parceiros Oficiais